Qual a importância do dinheiro nas nossas vidas?

No último domingo, 26 de agosto, eu tive a responsabilidade de pregar na Igreja Metodista Livre de Pinheiros, onde congrego. Abaixo, está o esboço da mensagem, que mescla frases da música Vida Loka parte 2, dos Racionais, e o texto bíblico de Mateus 6:24-34:

Introdução (Mt 6:24) – Em São Paulo, Deus é uma nota de 100 (cuidado com Mamom)

Quem quer dinheiro? Essa frase era repetida diversas vezes no programa Topa tudo por dinheiro, apresentado por Silvio Santos no SBT. Aqui, creio que todos querem e lutam para ter algum ou muito dinheiro no bolso. E em relação a Jesus, será que fazemos o mesmo? Vocês topariam tudo para seguir a Jesus, mesmo que para isso perdessem dinheiro? Infelizmente, para grande parte das pessoas, “em São Paulo, Deus é uma nota de 100”, como diz Mano Brown na música Vida Loka parte 2. E o próprio Jesus alertou que o dinheiro pode virar um deus, ao avisar que ninguém poderia servir, ao mesmo tempo, a Deus e a Mamom, que seria a personificação das riquezas. Como ir contra tudo isso e não se preocupar no modo como “ganhar o pão de cada dia”? É isso que veremos hoje na Palavra de Deus.

Ansiedade não serve para nada (Mt 6:27) –  Vamos brindar o dia de hoje, que o amanhã só pertence a Deus

Um sinal de que Mamom está ganhando o espaço que deveria ser do Senhor na nossa vida é quando pensamos mais em dinheiro do que em Deus. Jesus, na época, falou na ansiedade sobre o que comer, beber e vestir, ou seja, somente necessidades básicas. Creio que aqui, em níveis diferentes, ninguém precisa se preocupar sobre o que comerá, beberá ou vestirá. A preocupação que eu vejo em muitos irmãos é: quando vou quitar a casa? Quando terei dinheiro para trocar de carro? Será que vou ter dinheiro para casar? Será que vou ter dinheiro para ter filho? Cadê aquele emprego em que vou ganhar mais do que hoje?

Desculpe decepcioná-los, mas a ansiedade em relação a essas coisas não mudará a sua situação. Vejamos alguns exemplos bíblicos. Saul era um homem muito preocupado em ser um grande rei de Israel, mas foi Davi quem teve esse reconhecimento (I Sm). Ló escolheu o melhor terreno para cuidar do seu gado, mas Abraão foi mais próspero (Gn). Mesmo sem buscar riquezas, tudo o que José fazia prosperava, seja na casa de Potifar, na cadeia ou quando trabalhava para o Faraó.

Salmo 127:1 diz “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam; se o Senhor não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela”. E Jesus, em Mt 6:33, diz que é preciso buscar o reino de Deus e a sua Justiça, e o restante será acrescentado.

Nós devemos agradecer tudo o que temos a Deus e reconhecer que, sem Ele, nada teríamos. Podemos ser muito esforçados e não conseguir nada. Por outro lado, mesmo sem esforço, receber algo muito valioso. É o Senhor quem cuida disso.

Com Mamom, nunca estaremos satisfeitos (Mt 6:29) – Dinheiro abre as portas dos castelos de areia que quiser

Nesse momento, você pode discordar do que estou falando. Deve estar pensando algo como “nasci pobre, estudei e trabalhei bastante, e hoje dou uma boa condição para minha família. Ganhei o dinheiro com meu esforço”. E eu digo o seguinte: será mesmo? Você está satisfeito com o que tem? Provavelmente a resposta será não. Sempre estamos pensando em ter mais, mais, mais.

Se você está nesse caminho, tenho de alertá-lo que jamais conseguirá tudo o que quer. Nessa passagem, Jesus usa o exemplo de Salomão. Mesmo com toda sua riqueza, glória, poder, etc., ele não conseguiu ser mais bem vestido do que um mísero lírio do campo, que hoje existe e amanhã é lançado no forno.

Se você pensa “quando eu tiver um carro, minha vida vai mudar”, “quando eu quitar minha casa, vou ser feliz”, “se eu virar diretor da empresa, meus problemas se resolverão”, esqueça! Isso não acontecerá! Pense como Paulo, outro exemplo de pessoa que largou seu status irrepreensível segundo a lei para servir ao Senhor. Conforme Fp 3:4-8, ele considerou tudo o que tinha antes do seu encontro com Jesus como esterco (versão Revista e Corrigida), refugo (RA) e lixo (NTLH).

Só Jesus é que pode te satisfazer! O próprio Senhor falou a Paulo em outra circunstância (II Co 12:9) que a graça dele é que bastaria. O contexto diz a respeito ao espinho na carne, mas creio que também pode ser usado nessa situação: em vez de confiarmos no que Mamom pode nos dar, devemos confiar naquilo que o Senhor fará de nós.

Deus sabe do que precisamos (Mt 6:32) – Imagine nós de Audi, ou de Citroën, mas se não der, o que é que tem?

Confiar no Senhor. Isso é algo difícil. Confiar que Ele sabe do que nós precisamos. Isso é ainda mais difícil. Deus sabia que precisava tirar José da cadeia e colocá-lo em um alto cargo no governo egípcio, pois só assim o povo de Israel conseguiria sobreviver ao período de vacas magras. Da mesma forma Daniel, que era um jovem nobre ou de linhagem real, tinha um propósito para sair do seu conforto em Israel para servir a Nabucodonosor na Babilônia.

Em outro extremo, temos João Batista. Ele andava vestido com pêlos de camelo e alimentava-se de gafanhotos e mel silvestre, mas não “prosperou” na vida, aos olhos dos seguidores de Mamom. No final, morreu decapitado. Mesmo assim ele honrou ao Senhor, ao anunciar que o Reino de Deus estava próximo e ter o privilégio de batizar Jesus.

E você, quem quer ser? Um Davi ou José, com muito dinheiro no bolso, ou um João Batista ou Paulo, que viveram com pouca coisa material, mas fizeram a vontade do Senhor?

O objetivo da pregação não é avisar que o dinheiro é algo ruim, mas as nossas expectativas em relação a ele podem ser prejudiciais a nós. Jesus nos alerta que “os gentios são quem procuram tais coisas” e que “Deus sabe do que necessitamos”. Se tivermos a oportunidade de ter um Audi na garagem, amém! E se não der? Qual o problema? Se, no futuro, seu filho precisar estudar em uma escola pública, pois você não tem dinheiro para pagar um colégio particular? É impossível servir a Deus sem ter uma pós-graduação feita fora do País?

Conclusão – Quando passar por dificuldades, lembre-se: temos a Jesus (Mt 6:34) – A felicidade ainda existe, é uma trilha estreita em meio à selva triste

Depois de ouvir tudo o que foi dito aqui, talvez você pense: “na teoria é tudo muito bonito, mas ele não sabe do que eu estou passando. Estou desempregado, com dívidas, e ele vem me falar para não me preocupar com dinheiro?”.

Você talvez esteja certo. Eu, Empada, não sei o que cada um passa. Mas Jesus sabe o que vocês passam e, nesse texto, ele reconhece as dificuldades que existem nessa vida. Nem todos reparam na última frase do Capítulo 6 de Mateus: “Basta ao dia o seu próprio mal”, ou, na NTLH, “Basta ao dia as suas próprias dificuldades”.

Mesmo nos alertando que realmente cada dia tem os seus problemas, Jesus nos dá a resposta de como superá-los no versículo anterior: busquem primeiro o reino de Deus.

Isso não significa que os problemas vão acabar, mas eles se tornarão insignificantes perto daquilo que o Senhor tem preparado para você.

Agora, você fala: “eu quero participar desse reino!”. O primeiro passo para isso é reconhecer que Deus realmente é o rei da sua vida. Outra coisa, lembre-se que esse reino começa aqui na Terra, mas continua após a morte, ao recebermos a vida eterna ao lado de Cristo.

Anúncios

8 Responses to Qual a importância do dinheiro nas nossas vidas?

  1. lúcia disse:

    hoooooooooorrrrrrrrrrrrrrrrriiiiiiiiiiiiivvvvvvvvvvvvvveeeeeeeeeeeeeeeeeeeeelllllllllllllllllllllll
    mmmmmmmmmmmmmmmmmuuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiiiiiitttttttttttttttooooooooooooooooooooooo rrrrrrrrrrrrrrruuuuuuuuuuuuuuiiiiiiiiiiiiimmmmmmmmmmmm ve se melhorem, em?

  2. Oi olá! Boa noite! Boa mensagem, obrigado.

  3. adeliana disse:

    A mensagem e muito boa,continua postando…

  4. luiz disse:

    gostei das mensagens tem muito mercenario materialista
    gostei muito boa continua postando

  5. xe oto toyota disse:

    xe oto toyota

    Qual a importância do dinheiro nas nossas vidas? | MC Empada

  6. carros disse:

    Seu diário virtual é magnífico. Percebi que você escreve
    sobre matéria diverso. Podia fazer uma postagem apenas sobre varão
    moderno, se precisar passo pista.

  7. acompanhantes disse:

    Parabéns, ficou lítico esse escrito. Eu quero aprender a escrever de forma.
    Todo escrito que faço, enquanto releio não sabor muito.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: