16 anos de vida cristã

Tem uma data da qual tenho muito orgulho/9 horas, quarta, 22 de julho”. Essa frase faz parte do primeiro rap que compus, “O Nome Dele é Jesus”, e remete ao dia em que me converti a Jesus Cristo, em 1992.

No começo da década de 1990, eu cheguei a freqüentar uma igreja presbiteriana em Pinheiros, mas logo depois saí. Meses depois, porém, fui convidado a ir à Igreja Metodista Livre, no mesmo bairro, e desde então nunca mais saí de lá.

Apesar de já conhecer as histórias da Bíblia, foi apenas em julho de 1992 que eu entendi o que era entregar a vida a Jesus Cristo. O tema da Escola Bíblica de Férias daquele ano foi “O Reino de Deus” e um dos textos que estudei foi João 3:1-5, em que Jesus explica a Nicodemos que era necessário “nascer de novo” para ver o Reino de Deus.

Eu fiz essa opção e me batizei no mesmo ano. De lá para cá, pude entender que a conversão realmente é um processo, e não uma transformação instantânea. Você tem a oportunidade de crescer na vida cristã a cada situação, seja ela positiva ou negativa.

Em 1993, em plena adolescência, fazia questão de me posicionar como cristão, ao usar camisetas com temáticas gospel. Nos anos seguintes, passei a compor e a cantar raps que exaltavam a Jesus. Quando ainda era office-boy, em 1997, recusei a fazer um serviço para o meu chefe pois sabia que aquilo não agradava ao Senhor. Apesar de ter colocado meu emprego em risco, permaneci na empresa, ele pediu demissão e eu acabei promovido.

Deus me deu a oportunidade de falar do seu amor na Febem e em praças públicas, assim como testemunhei minha fé aos colegas de faculdade. Virei jornalista e, aos poucos, estou crescendo na profissão que escolhi, sem precisar abrir mão dos meus princípios.

É claro que estou longe de ser um cristão ideal e acredito que deveria contar mais do amor de Deus às pessoas que estão ao meu redor, mas vejo que o Senhor tem me abençoado. A maior prova disso é ver minha mãe com uma serva Dele e a transformação que está ocorrendo com meu irmão e sua esposa.

Respeito meus amigos ateus e que possuem uma crença diferente da minha, mas uso este espaço para deixar claro que o Senhor é o único e verdadeiro Deus. Mesmo que você não acredite nisto, digo que Jesus te ama e morreu em seu lugar na cruz, para te dar a vida eterna. E esta vida nova você pode usufruir desde já, em um relacionamento com Ele, e não somente no céu. E nesses 16 anos, não me arrependo da escolha que fiz.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: