Como passar em concurso público lendo blogs

Depois de 11 meses de espera, finalmente recebi o telegrama de convocação para trabalhar na maior empresa da América Latina. Estou na fase de exames médicos, psicotécnico, etc., e só um desastre pode me eliminar dessa etapa. Se tudo der certo, ainda este mês assino contrato e ficarei alguns dias em “ambientação” no Rio de Janeiro.

Para colher esse fruto, porém, tive de fazer uma prova com 70 questões e somar 87% dos pontos possíveis da parte de conhecimentos específicos (a parte de conhecimentos gerais era só eliminatória, mas mantive média parecida). Muitas pessoas me perguntaram: “mas então, você estudou muito para passar”?

A minha resposta era a seguinte: “bem, não estudei muito. A maior parte das perguntas respondi com base na minha experiência profissional e no que lembro da época de faculdade, algumas vezes usei o bom senso. O que me ajudou foram as questões sobre novas mídias, Jornalismo na Web, conteúdos colaborativos, etc., assuntos que venho acompanhado em blogs…”

Quando falei isso, as pessoas disseram: “o quê, você passou em um concurso lendo blogs?”. Eu ficava sem graça de confirmar, mas não deixava de ser verdade. Um colega que fez a prova disse que foi mal nessas questões que envolviam a Internet e chegou à conclusão: “preciso aprender mais sobre o assunto, acho que vou procurar livros nessa área”. Daí emendei: “olha, acho que não há muitos livros atualizados. O jeito é ler textos na Internet mesmo”.

Ao reler a prova, vejo que a quantidade de questões que envolviam temas ligados à Internet foi alta, pelo menos em relação a outros concursos que prestei. De 45 questões de conhecimentos específicos, nove tratavam do assunto (questões 31 a 36 e 38 a 40), ou seja, 20%. Tudo bem que essas perguntas eram as que valiam menos pontos, só que me ajudaram muito a conseguir o resultado que alcancei (bem melhor responder sobre a Web do que a respeito de gramatura de papel e tipos de impressão, como cai nas provas da Vunesp).

Na época que fiz a prova, até pensei que a empresa tinha por objetivo contratar profissionais que estivessem atualizados sobre o assunto. Um ano depois, qual não foi a minha surpresa ao saber que a companhia criou um blog, que tem adotado medidas polêmicas, mas inovadoras em relação à divulgação de informações e relacionamento com a mídia. (Aqui vai um post muito bom sobre toda a celeuma, do blog Bereteando, que foi indicado pelo Inagaki via Twitter).

Para divulgar o blog, a empresa também criou um perfil no Twitter e mostrou que sabe usar a ferramenta. Eu, que vinha citando a companhia na maioria das mensagens que publicava no microblog, passei a ser seguido por ela logo de cara. Sinal de que eles estão monitorando o que o público tem dito da empresa nas redes sociais.

Se você é jornalista e tem interesse em passar em um concurso público, deixo a dica: leia blogs. Eu recomendo dois, que funcionam para mim como espécie de gatekeepers de assuntos ligados à Internet: o Marmota Mais dos Mesmos, do André, e o Pensar Enlouquece, Pense Nisso, do Inagaki. Além dos posts que escrevem sobre esses temas, eles recomendam vários links que vão te ajudar a saber mais sobre as novidades da área de comunicação na Web.

Anúncios

6 Responses to Como passar em concurso público lendo blogs

  1. oslo camargo disse:

    YO, e ae Fernandão como está a vida agora, aquietou-se?, ou ainda está igual cigano?. Tomara que esteja bem, mande notícias., valew.

  2. mano jhow disse:

    ae mano brown fmz??
    mano tenhu uns rap q eu compuis
    e preciso de um apoio mano
    se liga
    né!!
    entaum me da um apoio ae se for possivel
    firmeza mano flw

  3. mano jhow disse:

    os rap fui eu q fiss e se der pra vc me apoiar mano eu agradeço
    na humildade mesmo
    pq a sociedade oprime o rap
    e q canta
    entaum ten q preciso de apoio q sabe
    oq realmente é!!
    vlw
    flw
    !!!

  4. Tocar Violão disse:

    Gostei do artigo, não sou de muitas palavras, mas… Thank you!

  5. xmayconx disse:

    É uma pena que o autor abandonou esse Blog, riquíssimo em textos – especialmente de RAP. Espero que mantenha o acervo.

  6. Felipe Moreira disse:

    Blog acabou? Triste.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: